sábado, 23 de maio de 2015




Visit our fan page


Hello guys this week we got 900 tanned mark on our fan page. I ask you to publicize our work is distinguished throughout the world Korfebol so we can get tanned 1000 this year.

Internationally and nationally to the sport following a competitive philosophy that excludes forming "athletes" to be "cylindered" as the Portuguese press reported. We have nothing to do with the International Korfball Federation or the Portuguese Federation Korfball, we are disconnected from these two entities, we created our own entity ABRAKO and are guided in Brazilian sports laws, following the principles of educational sport and participation. What for many it may seem demerit for us the Abrako and a way to our own terms "independence" without having to give satisfactions to entities leval the Korfball / Korfball for the rest of the world as mode "competitive" and you end excluding people who do not have the profile of "athlete".

The Korfebol was created in 1902 by Nico Broekhuysen, for the integration of men and women on equal terms, since then, the sport has come changing, rules, philosophy, leaders currently trying in every way to put the game in the Olympic program. The current korfball has nothing more to do with the creation of Nico Broekhuysen, which in our view is unfortunate. The game was ugly, violent and a level playing field has been forgotten at the expense of "competition", where tall and strong and has time.

Therefore, we at ABRAKO and NEW BRAZILIAN KORFEBOL have another way of working, we continue promoting KORFEBOL OF 1902, included new rules, ie "abrasileiramos" Dutch sport that has unfortunately become a violent game.









Ola galera essa semana chegamos a marca de 900 curtidas em nossa fã page. Peço que divulguem nosso trabalho que é diferenciado em todo o mundo do Korfebol para que possamos chegar as 1000 curtidas ainda esse ano.

Internacionalmente e até nacionalmente a modalidade segue uma filosofia competitiva que exclui formando "atletas" para serem "cilindrados", conforme a imprensa portuguesa noticia. Não temos mais nada haver com a Federação internacional de Korfball ou a Federação Portuguesa de Corfebol, estamos desvinculados dessas duas entidades, criamos nossa própria entidade a ABRAKO e estamos pautados nas leis desportivas brasileiras, seguindo os princípios do desporto educacional e de participação. O que para muitos pode parecer demérito, para nós da Abrako e uma forma de termos nossa própria "independência" sem ter que dar satisfações a entidades que leval o Korfball/corfebol para o resto do mundo como modalidade "competitiva' e que acabam excluindo as pessoas que não possuem o perfil de "atleta".

O Korfebol foi criado em 1902, por Nico Broekhuysen, para realizar a integração de homens e mulheres em igualdade de condições, de lá para cá, o esporte veio se modificando, regras, filosofia, dirigentes que atualmente tentam de todas as maneiras colocar o jogo, no programa Olímpico. O korfball atual nada mais tem haver com a criação de Nico Broekhuysen, o que em nossa opinião é lamentável. O jogo ficou feio, violento e a igualdade de condições foi esquecida em detrimento da "competição", onde altos e fortes e que tem vez.

Sendo assim, nós da ABRAKO e do NOVO KORFEBOL BRASILEIRO temos outra forma de trabalhar, continuamos promovendo o KORFEBOL DE 1902, incluímos novas regras, ou seja "abrasileiramos" o esporte holandês que infelizmente se tornou um jogo violento.




Postar um comentário