Social Icons

*

Pages

Featured Posts

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

DIA DO KORFEBOL NO BRASIL - 22 DE OUTUBRO - 14 ANOS DE MUITAS AMIZADES



HOMENAGEM A MIM MESMO (LOL)

Nesse dia quero parabenizar a mim mesmo pelo meu esforço, sacrifício, dedicação ao longo desses 14 anos de trabalho.

Gostaria de me dizer muitas coisas, mas primeiro, dizer obrigado a todos os amigos que me ajudaram ao longo desses longos 14 anos, a todos os alunos que participaram do KORFEBOL.

Inclusive a "FCORJA" traídora e a Federação Internacional de Korfball/Corfebol que mesmo não apoiando o meu trabalho, me motivam a continuar no mesmo caminho. da Inclusão e de combater a Competição excludente do Esporte que ao longo dos anos veio se deteriorando nessa busca de tornar a modalidade em esporte Olímpico.

Obrigado a todas as pessoas adoráveis e inesquecíveis, algumas delas já se foram... que tive o privilégio de conhecer através do KORFEBOL

Muitas pessoas me ajudaram nessa caminhada e que tive o privilegio de conhecer pelo Brasil inteiro e que certeza de que minha vida não seria a mesma se não tivesse as conhecido.

Deus foi muito bom comigo. Ele me deu a oportunidade de fazer parte das suas vidas, através do KORFEBOL e fazendo parte dela, é que desejo de todo coração, que sejam muito felizes.

Vamos aguardar as comemorações de 15 anos de trabalho se DEUS QUISER, iremos ter uma mega surpresa no ano de 2015 aguardem... com grande repercussão a nível nacional e também internacional.

Obrigado "MARCELO KORFEBOL"  por você existir e fazer a minha vida muito melhor...

Ass.

"Eu - MARCELO SOARES" professor de Ed. FIsica

domingo, 12 de outubro de 2014

NOVO KORFEBOL BRASILEIRO EM SÃO PAULO


Estivemos mais uma vez na capital paulista para divulgar o NOVO KORFEBOL BRASILEIRO,
fomos recebidos por um dos nossos representantes na cidade o Prof. David Oliveira.

Realizamos clínica de NOVO KORFEBOL BRASILEIRO E atividade na piscina com o Korfebol.

Confiram as fotos sucesso total cerca de 100 pessoas conheceram a duas possibilidades de se praticar o Korfebol





quarta-feira, 8 de outubro de 2014

NOVO KORFEBOL BRASILEIRO PARTICIPA DE PALESTRA COM DIOGO HUDSON

DIOGO HUDSON




Estudou na Alemanha no Instituto Hellinger – constelações sistêmicas organizacionais e familiares;

Coach pelo IBC, ABRACOACHING e BCI – Behavioral Coaching Institute;

Advogado, bacharel em Marketing Empresarial e mestrado em administração;

Participante de inúmeros projetos de Coaching e de gestão em escritórios e empresas por todo o Brasil;

Realizou mais de 200 apresentações em diversas instituições e organizações, como FGV, IBEF-Rio, OAB/SP, OAB/RJ, ABAMI, UERJ, UFRJ, CEPAD e CEAE;

Organizador de eventos como a Expo Direito, OABEXPO, Seminário de Gestão de Escritórios de Advocacia, Seminário Gestão do Contencioso de Massa;

Autor do livro Manual do Profissional de Direito.


Foi muito bom conhecer o Diogo Hudson pessoalmente, além do mais adquirir novos conhecimentos sobre marketing e empreendedorismo. E poder firmar NOVAS PARCERIAS PARA O NOVO KORFEBOL BRASILEIRO.


terça-feira, 7 de outubro de 2014

MARCELO KIELING APOIA O NOVO KORFEBOL BRASILEIRO

Marcelo Augusto Kieling Cardona Pereira, tem 48 anos, é conhecido profissionalmente como Marcelo Kieling.

Fanático por esporte, na adolescência jogou futebol e vôlei em clubes amadores. Torcedor do Fluminense, possui a característica em suas atividades ligadas a área esportiva de lutar constantemente pela profissionalização da Gestão Esportiva.

Experiência Profissional:

Vasta experiência em atividades nas áreas de Vendas e Marketing; com mais de 20 anos de atuação, adquiridos em empresas das áreas de Construção Civil, Bebidas, Óleo & Gás, Educação e Comunicação (Mídia Impressa e Mídia Eletrônica) em empresas como Quartzolit, Brahma, O Dia, LANCE! e CVC TV.

Como Consultor de Marketing atuou para SHAPE Editora, Jornal POVO, Rede LITORAL de Comunicação e em Marketing Esportivo prestou serviços para o FLUMINENSE FOOTBALL CLUB, SÃO CRISTÓVÃO FUTEBOL E REGATAS, KORFEBOL BRASIL e foi um dos idealizadores do Fórum de Marketing Esportivo na FGV



Marcelo Kieling além de "Xará" sempre foi um grande amigo, conselheiro, incentivador e torcedor do nosso trabalho. Estar com ele e ter uma aula "grátis" de sabedoria, aprendizado no marketing e no mundo esportivo. Um dos ícones e meus ídolos no esporte. Tenho muito agradecer por tudo que fez ao KORFEBOL BRASILEIRO.

Obrigado Xará

Marcelo Korfebol

domingo, 5 de outubro de 2014

NOVO KORFEBOL BRASILEIRO NA UNIVERSIDADE SALGADO DE OLIVEIRA - UNIVERSO




Dois momentos especiais com grandes amigos em uma noite super proveitosa para os alunos da Universidade Salgado de Oliveira (Curso ''Esportes Alternativos'' com Marcello Korfebol) — com Abner Coelho e Marcello Korfebol em
Universidade Salgado de Oliveira.



Sucesso total do Novo Korfebol Brasileiro e do Ultimate Frisbee na Universidade Salgado de Oliveira - UNIVERSO

Curso ''Esportes Alternativos'' com meu amigo
 Marcello Korfebol!!!

Professor Alexandre Cruz, Professor Marcello e o Professor Abner Coelho (Seleção Brasileira de Frisbee) e o Professor Mauricio Barbosa (Ludens), sendo recebidos pelo Pró-Reitor de Extensão Manuel Esteves e nosso Diretor do Núcleo Esportivo Carlos Alberto Gallo na Universo São Gonçalo - em tempo real.










segunda-feira, 29 de setembro de 2014

NOVO KORFEBOL BRASILEIRO PARTICIPA SIMPÓSIO DE EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR



Informações - www.iserj.net 
(21) 2565-7960/ (21) 2565-4143 - facebook.com.canaliserj 

Inscrições Grátis
Coord. de Ed. Física:(9:00 às 14:30).
Informando NOME COMPLETO; 
TELEFONE; e-mail; Nº das 
MESAS que irá participar, para:
 educacaofisica@iserj.net 

HOMENAGEM AO AMIGO PARIZZI - NOVO KORFEBOL BRASILEIRO


sexta-feira, 26 de setembro de 2014

NOVO KORFEBOL BRASILEIRO - CURSO DE HOTELARIA




ATENÇÃO - ATENÇÃO - ATENÇÃO - ATENÇÃO

ULTIMAS VAGAS para o Curso de Capacitação de Recreadores em Hotelaria, que acontecerá nos dias 25 e 26 de outubro - Saquarema/RJ. Local Pousada Serra do Roncador!

Não fique de fora desta oportunidade UNICA!

Investimento: R$390,00 (trezentos e noventa reais) ou 3X de R$ 130,00
Desconto somente para pagamento á vista R$ 340,00!

O valor inclui: Café da manhã (sáb e dom) + Almoço (sáb e dom) + Buffet de caldos na noite de sábado + camisa do evento + Certificado de 30 horas de atividade extracurricular + entrada Vip na festa da Educação Física no sábado a noite!


ULTIMAS Inscrições & Inscrições - e-mail: ludens_nit@ig.com.br
Bruno Lima - 99277-5898 - Universo SG (Turno Noite)
Luiz Felipe - 7847-8818 - Universo SG (Turno Noite)
Gerson - 99245-6639 - Universo SG (Turno Manhã)
Vânia - 99566-9222 - Universo Niterói (Turno Manhã)
Whatsapp - 98773-0509

terça-feira, 23 de setembro de 2014

NOVO KORFEBOL BRASILEIRO - ULTIMAS FOTOS DA ENTREVISTA COM CARLOS ALBERTO PARIZZI


Obrigado por tudo PARIZZI o NOVO KORFEBOL BRASILEIRO sempre se lembrará da forma carinhosa com que tratou nosso trabalho. Você foi uma pessoa de luz que tivemos o privilégio de conhecer e aprender com você.
Vai com Deus e até qualquer dia amigo.
Marcelo Korfebol

sábado, 20 de setembro de 2014

HOMENAGEM DO NOVO KORFEBOL BRASILEIRO AO JORNALISTA CARLOS ALBERTO PARIZZI




NOVO KORFEBOL BRASILEIRO DE LUTO - MORREU UM GRANDE ADMIRADOR DE NOSSO TRABALHO - JORNALISTA CARLOS ALBERTO PARIZZI

É com imensa dor e lágrimas nos olhos que presto essa última homenagem ao amigo e admirador do NOVO KORFEBOL BRASILEIRO - CARLOS ALBERTO PARIZZI. Consegui prestar essa homenagem ainda em vida, quando semana passada estive presente no programa de Esportes da Radio Bradesco RJ Fm 91.1 - para todo o Rio de Janeiro e Sâo Paulo, quando no final da entrevista eu pude agradecer ao Amigo Parizzi em nome de todos os professores de Educação Física que trabalham com a modalidade pela mega oportunidade de poder estar ao vivo no Programa.

E mais uma vez amigo, eu te agradeço pelo carinho, pelas oportunidades que você me deu ao KORFEBOL, e por admirar o nosso trabalho e nossa luta de fazer esse jogo agora cada vez mais brasileiro em um esporte/jogo/dinâmica, reconhecido e respeitado em todo o Brasil.

E que continue nos ajudando onde ser que você esteja... tenho certeza que irá nos iluminar e fazer o esporte brasileiro crescer sempre. VOCÊ É, FOI UMA PESSOA DO BEM... sempre muito carinhoso, quer seja na RADIO ou em seu gabinete me lembro de todas as gargalhadas que demos ao falar do KORFEBOL.

Obrigado PARIZZI, muito obrigado por tudo. VAI COM DEUS e até um dia... onde jogaremos lá por CIMA se Deus quiser.

Meus sentimentos a família e ao ESPORTE BRASILEIRO, que perdeu um dos melhores comentaristas e uma pessoa extraordinária e colega de profissão pois ele tinha formação em EDUCAÇÃO FÍSICA.

LUTO NO NOVO KORFEBOL BRASILEIRO


Atualmente, Parizzi assinava a coluna Academia do Futebol em O FLUMINENSE. Jornalista também atuava como subsecretário de Esportes na cidade de Niterói

Morreu no início da tarde deste sábado Carlos Alberto Parizzi, de 62 anos, que escrevia a coluna esportiva Academia do Futebol do suplemento Torcida do jornal O FLUMINENSE, publicada às quartas-feiras e aos domingos. Recentemente, ele, que também era subsecretário de Esporte de Niterói, havia sido convidado para integrar a equipe do telejornal Informe, da TV O FLU, ao lado de Dayana Resende. Parizzi sofreu um infarto agudo do miocárdio, por volta de 14h.

Segundo familiares, o comentarista esportivo tinha acabado de sair de um almoço na casa dos sogros, quando abriu a porta do carro, estacionado próximo da esquina das ruas Pereira da Silva e Tavares de Macedo, em Icaraí, e começou a sentir dores, seguidas de um desmaio. Pessoas que passavam pela calçada ligaram para os bombeiros, que tentaram reanimá-lo por cerca de 40 minutos. Parizzi foi encaminhado para o Hospital Municipal Carlos Tortelly, no Bairro de Fátima, mas chegou ao local já sem vida. 

Sua mulher, Carla Xavier, recebeu uma ligação dos bombeiros por volta de 14h, explicando o fato, e foi imediatamente para o hospital, acompanhada de sua mãe, Marília Dutra. O comentarista esportivo deixa mulher, de 41 anos, com quem tinha um relacionamento de cerca de 10 anos, duas enteadas – uma de 18 anos e outra de 15 –  e uma irmã, Marlici Parizzi. O velório será neste domingo, a partir das 9h, no Cemitério Parque da Colina, em Pendotiba, Região Oceânica de Niterói. Parizzi será cremado, no mesmo local, na segunda-feira.

“Ele tinha um relacionamento de muito amor com a minha filha e ela está muito abalada, todos nós estamos. Foi súbito, pegou todos nós de surpresa, só tenho que lamentar e cuidar da minha filha, agora, que está arrasada com a perda”, comentou, entristecida, Marília, sogra de Parizzi.

De acordo com o amigo de infância, o médico Fernando Lopes, Parizzi passou mal e sentiu falta de ar na terça-feira (16), depois de rir bastante após participar de um dos programas no qual era comentarista. Marcou vários exames, os fez e só constou uma dilatação na artéria aorta, que já era conhecida e estava sendo acompanhada. Ainda segundo o amigo, no ano passado Parizzi teve falta de ar e tosses contínuas e foi identificado que estavam sendo causadas por um remédio que ele tomava, que provocou placas no pulmão. Nesta semana os exames não constaram nada e tinham outros marcados para terça-feira.

Conhecido nas rádios pelo apelido O Polêmico, Parizzi, flamenguista fervoroso, ainda era comentarista esportivo no programa Balanço Esportivo, do canal CNT; e no programa diário Comendo a Bola, da rádio Bradesco Esportes (91,1 FM), do Grupo Bandeirantes de Comunicação. Parizzi era graduado em Enfermagem e em Educação Física e acabou se envolvendo com o jornalismo, onde se tornou um grande comunicador multimídia. 

Outro amigo de Parizzi, o presidente da Neltur, Paulo Freitas, disse que o tinha como irmão. “Ele era apaixonado pelo jornalismo e pelo esporte. Tinha uma vida intensa, só de alegrias. Era uma pessoa que fazia tudo com muita satisfação”, lembrou Paulo. 

Para o secretário municipal de Esporte e Lazer, Bruno Souza, ter Parizzi como seu subsecretário foi muito rico em boas experiências. 

“Ele adorava trabalhar, sempre animado e ensinando a galera jovem. Vou guardar lembranças de muito carinho do professor e da pessoa que ele era”, disse Bruno. 

A última coluna de Carlos Alberto Parizzi está publicada na página 8 do caderno Torcida deste domingo.

domingo, 14 de setembro de 2014

RADIO FM BRADESCO 91.1 - ENTREVISTA PROFESSOR MARCELO KORFEBOL



Foi uma grande oportunidade para o NOVO KORFEBOL BRASILEIRO, poder ser entrevistado pelo Jornalistas CARLOS ALBERTO PARIZZI e CLAUDIO PORTELLA da (FOX ESPORTES) e poder falar do KORFEBOL BRASILEIRO, inclusive aprensentando as diferenças do NOVO KORFEBOL BRASILEIRO, para o "KORFBALL/CORFEBOL" do resto do mundo !, onde a competição acaba excluindo muitas pessoas e dificultando bastante no trabalho de divulgar a modalidade que infelizmente tem um desejo enorme de participar dos Jogos Olímpicos, esquecendo-se principalmente dos principios educacionais que o próprio jogo possui, Razão porque, foi criado o 
NOVO KORFEBOL BRASILEIRO.


Há pessoas, situações, eventos e trabalhos que são motivos de especial orgulho em nossas vidas. É assim que eu, Marcello Bepi Soares - “Marcello Korfebol”, Divulgador do Novo Korfebol Brasileiro e presidente da ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE KORFEBOL, agradeço a oportunidade de ter sido convidado a participar do Programa da Bradesco Esportes.

Pessoas como você CARLOS ALBERTO PARIZZI, é  que nos motiva a continuar na luta pelo esporte brasileiro.  Devo-lhe, pois, meus parabéns e minha expressão de imensa satisfação! e pela oportunidade de aprender, fazer contatos e fazer parte do seu programa
             
   Um grande abraço,



JORNALISTA CLAUDIO PORTELLA (FOX ESPORTES)


RADIALISTA CARLOS DE SOUZA





quinta-feira, 11 de setembro de 2014

KORFEBOL EM SÃO PAULO - SANTANA


Estivemos recentemente em São Paulo divulgando o NOVO KORFEBOL BRASILEIRO no Bairro de Santana onde cerca de 100 jovens tiveram acesso ao esporte.




domingo, 10 de agosto de 2014

NOVO KORFEBOL BRASILEIRO HOMENAGEIA O DIA DOS PAIS



Agradecimento

Ser pai é: sorrir, chorar, sofrer, gargalhar. Ser filho é: agradecer todos os dia a oportunidade de ter um pai como você.

Como nunca tive um pai... quero ser para meu filho MIGUEL DE OLIVEIRA SOARES o pai que sempre sonhei ter... e sei que irei conseguir
"TEM QUE QUERER..."

FELIZ DIA DOS PAIS AMIGOS DE BLOG. 

sábado, 9 de agosto de 2014

NOVO KORFEBOL ENCONTRO FITNESS E LAZER DA UNIVERSO E FLU 2014


Estaremos participando do Encontro de Fitness e Lazer da Universidade Universo no dia 28 de agosto de 2014.

NOVO KORFEBOL BRASILEIRO INVADE SÃO GONÇALO.

domingo, 3 de agosto de 2014

BLOG ATINGE 60 MIL VISITAS - NOVO KORFEBOL BRASILEIRO

Confiram chegamos a marca de 60 mil visitas no blog do NOVO KORFEBOL BRASILEIRO.
O que pode parecer pouco para nós é muito 60.000 mil visitas é uma grande conquista, inclusive com grande público dos EUA onde o esporte nem é praticado e popular.
Agradecemos de coração todas as visitas ao blog
Rumo aos 70 mil antes do ano acabar
Obrigado a todos

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

CLAUDIO NOGUEIRA JORNALISTA DO GLOBO APOIA NOVO KORFEBOL BRASILEIRO


JORNALISTA CLAUDIO NOGUEIRA APOIA O NOVO KORFEBOL BRASILEIRO.


Claudio Nogueira SEMPRE AJUDOU BASTANTE O NOVO KORFEBOL BRASILEIRO COM MATÉRIAS NO JORNAL O GLOBO.
Fica aqui a pequena homenagem ao Jornalista e amigo que sempre deu oportunidades para que pudéssemos mostrar toda a magia desse esporte.

Jornalista esportivo e autor de livros sobre esportes, é repórter no O Globo, no Rio de Janeiro. Entre os seus livros está ‘Os 10 Mais do Vasco’ em coautoria com Rodrigo Tavares, lançado pela editora Maquinária.

Claudio Nogueira é carioca - Rio de Janeiro/RJ. Nasceu em onze de junho de 1965. É bacharel em Comunicação Social, Jornalismo pela Faculdade da Cidade, em 1985, e em 2011 concluiu a pós-graduação em Marketing Esportivo, pela Universidade Gama Filho, Rio de Janeiro/RJ.

Desde o início da carreira faz a trajetória no jornalismo no jornal O Globo. Lá começou como estagiário na editoria Local, passou a trabalhar como rádio-escuta e repórter de polícia, funções que manteve entre 1987 a 1990. Assumiu as madrugadas do jornal a partir de 90 como plantonista e desde 1993 é repórter de Esportes do jornal.

Lançou vários livros, entre eles o Futebol Brasil Memória, em 2006, pela editora Senac, Rio. Em novembro de 2010 veio o livro Zeros à Direita - Marketing e Mídia no Esporte, Editado pela editora iVentura. O livro faz uma viagem pelo marketing esportivo, passa pela análise dos patrocínios a entidades e ídolos das mais variadas modalidades esportivas mundiais, até chegar ao cidadão comum que com sua paixão impulsiona o esporte. Na obra Claudio Nogueira compartilha com os leitores algumas observações sobre o esporte em geral, mostrando como se dá, no Brasil, a relação entre esse ramo de atividade e a sociedade como um todo.

quarta-feira, 30 de julho de 2014

NOVO KORFEBOL BRASILEIRO EM SÃO PAULO - JULHO 2014


O NOVO KORFEBOL BRASILEIRO participou de diversos eventos no Interior de São Paulo, cidades como Araraquara, Araçatuba receberam a visita dos Professores da ABRAKO - Claudio Ferreira e Nelson Mendes realizando clínicas de NOVO KORFEBOL BRASILEIRO. Cerca de 50 crianças puderam vivenciar o ESPORTE que agora se torna cada vez mais brasileiro.









terça-feira, 29 de julho de 2014

NOVO KORFEBOL BRASILEIRO - KORFEBOL AQUÁTICO






Estamos divulgando o NOVO KORFEBOL BRASILEIRO, principalmente em clubes, sem a preocupação de formar campeonatos, aqui a Competição não é o fator que vai motivar a prática da modalidade. A competição é consequência de um trabalho de divulgação do esporte, que muitas vezes deixa de ser esporte, sendo uma atividade física e sendo uma opção de lazer onde a ludicidade está sempre em alta.

sexta-feira, 25 de julho de 2014

RUBEM ALVES - PEQUENA HOMENAGEM DO NOVO KORFEBOL BRASILEIRO


A primeira vez que tive contato com o ícone da Literatura brasileira RUBEM ALVES, foi na graduação em 1997 onde fiz um trabalho sobre esse artigo de sua autoria que publicamos na íntegra.

O NOVO KORFEBOL BRASILEIRO tem muito de RUBEM ALVES, já que não atuamos no campo competitivo, atuamos em outras perspectivas.

Obrigado Por tudo Rubem Alves você será sempre fonte de inspiração para o NOVO KORFEBOL BRASILEIRO.

CONFIRAM A PEQUENA HOMENAGEM DO NOVO KORFEBOL BRASILEIRO.

Essa última semana tivemos grandes perdas para a Literatura Brasileira e principalmente para Educação. Como Rubem Alves, Ariano Suassuna e João Ubaldo Ribeiro.

Nossa fã page do NOVO KORFEBOL BRASILEIRO presta uma pequena homenagem aos ícones brasileiros da Literatura e começamos por RUBEM ALVES.

Coitado do Corpo

Conheci um professor de educação física que defendia a tese de que atletismo faz mal à saúde. E argumentava: "Você conhece algum atleta longevo?

Quem vive muito são aquelas velhinhas sedentárias que tomam chá com bolo no fim da tarde ..." Quando ele me disse isso pela primeira vez lembrei-me logo de minha mãe. Antigamente a medicina tinha idéias científicas diferentes. Ah! Como as opiniões da ciência são
volúveis! Pois o que os cientistas diziam naqueles tempos é que é preciso economizar energia. Baseavam-se em evidentes analogias tiradas das máquinas (hoje os cientistas continuam a usar o modelo da máquina para entender o corpo humano). Primeiro a analogia do
desgaste: carro que anda demais fica velho logo. Funde o motor. Ninguém quer comprar carro que já virou o velocímetro. Quem se movimenta demais logo gasta as juntas e os músculos. a melhor é ficar na rede. E há a analogia do combustível: se o carro rodar muito o combustível acaba. Mas se ficar na garagem o combustível não acaba. Vida é combustível. Tem limite.

Quem vive muito intensamente corre o risco de morrer mais cedo. a melhor é ficar paradão. Meu tio, que era médico, sentenciava: Nunca fique em pé quando puder ficar sentado; nunca fique sentado quando puder ficar deitado." Minha mãe seguiu rigorosamente o conselho do irmão. Morreu aos 93 anos.

Essas memórias me vieram quando li a notícia de que Florence Griffith Joyner havia sido fulminada por um infarto. Corpo fantástico, só músculos, a mulher mais rápida do mundo detinha há dez anos os recordes mundiais dos 100 e dos 200 metros. Deveria ter 140 de colesterol, coração com músculos de ferro - impossível que fosse morta por um infarto. Mas foi.

O sentido original da palavra estresse pertence à física, no campo da mecânica aplicada. a seu objetivo é determinar a resistência de um material - o que é de
fundamental importância na construção de pontes, edifícios, aviões. Para se determinar a resistência de um material é preciso submetê-Ia a estresse, isto é, a forças, até o ponto de ele se partir. Tomo um tijolo, coloco-o numa prensa e submeto-o a pressões. O ponto em que ele se partir será o seu limite. Tomo um fio de náilon e vou aumentando o peso que ele tem de suportar. O momento em que ele se partir será o seu limite.

O atletismo é a aplicação, sobre o corpo humano, das técnicas de estresse para se determinar a resistência dos materiais. a treino do atleta tem por
objetivo aumentar a sua resistência. A competição tem por objetivo determinar o ponto além do qual ele não consegue ir. Há os testes de força e compressão (os halterofilistas), de elasticidade (saltos de todos os tipos), de velocidade, de resistência (por quanto tempo o corpo agüenta?). Os recordes estabelecem a performance máxima do corpo submetido a estresse máximo. A competição é essencial ao atletismo porque é só através dela que se podem fazer comparações. Comparo vários materiais para determinar sua resistência a um tipo de estresse. Comparo vários atletas por meio da competição para ver qual deles tem o melhor desempenho quando submetido ao estresse máximo. O
corpo da Florence Griffith Joyner não agüentou. Arrebentou como um fio arrebenta se seu limite é ultrapassado. Se o atletismo é isso a tese do professor de educação física a que me referi está plenamente
justificada.

O que move o atleta não é o prazer da atividade, em si mesmo. Se assim fosse, ele ficaria feliz em correr, nadar, saltar, sem precisar comparar-se com outros. Mas depois de correr ele consulta o seu relógio. Está comparando o seu desempenho em relação aos outros.

Quando a gente se envolve numa atividade por prazer a gente está brincando. Não olha para o relógio. É o caso das crianças correndo como potrinhos. Ou na água:

como golfinhos. O espaço, representado pela grama, pela água, pelo vazio, é o seu companheiro de brincadeira. A atividade lúdica produz um corpo feliz.
A competição, representada no seu ponto máximo pelas Olimpíadas, é o oposto do brinquedo. Porque ela só acontece quando o corpo é levado ao limite do estresse. E o corpo, mais sábio que os atletas, não gosta disso. Ele sabe que é perigoso chegar aos limites.

O corpo não gosta de competições e Olimpíadas. Competições e Olimpíadas são situações a que o corpo é submetido ao máximo estresse. Ou seja, situação de máximo sofrimento do corpo. O corpo vai contra a vontade. Basta observar a máscara de dor no rosto dos que competem. A competição é uma violência a que o corpo é submetido. A imagem mais terrível que tenho
dessa violência é a daquela corredora suíça, ao final de uma maratona, algumas Olimpíadas atrás. Chegando ao estádio o corpo dela não agüentou. Os ácidos e o cansaço transformaram-no numa massa amorfa
assombrosamente feia. Ele não queria continuar; desejava parar, cair. Mas isso lhe era proibido. Uma ordem interna lhe dizia: obedeça, continue até o fim. O
público parou, perplexo. E ninguém podia ajudá-Ia. Se alguém o fizesse ela seria desclassificada. O comentarista, comovido, louvava o extraordinário
espírito olímpico daquela mulher. Ele não compreendia o horror. De fato, o final do espírito olímpico é o corpo levado aos limites últimos de estresse. Aos limites do sofrimento. Como o corpo escultural de Florence Griffith Joyner.
Haverá coisa mais anticorpo, mais anti-vida? A competição não é motivada por amor ao corpo e ao seu prazer. Na competição o espaço não é companheiro de
brincadeira, é inimigo a ser derrotado. O prazer de quem compete não se encontra na relação corpo-espaço, mas no resultado: quem teve a melhor performance. O objetivo da competição é a comparação. E a comparação é o início da inveja e da infelicidade humana. O atletismo não é uma atividade natural.

Animais não competem. Nenhum tem interesse em saber qual é o melhor. Eles não se comparam. Animais correm por prazer: cães e cavalos correm e pulam por prazer. Mas quando não estão brincando, isto é, quando não estão
envolvidos no prazer da atividade, eles não fazem esforços desnecessários. Os movimentos dos animais são determinados por um estrito senso de economia. Só existe uma situação quando competem: onça e veado, gavião e coelho - quem perde ou morre ou fica com fome. O que não é o caso das pistas de atletismo.

E me intrigam as razões por que, nas competições, são apenas os músculos que são testados. O corpo não é formado apenas por músculos. O curioso é que quando se fala em "educação física" a imagem que aparece é a de um atleta com short, camiseta e tênis, pronto para alguma atividade que
envolva o uso dos músculos. Mas os olhos, os ouvidos, a boca, o nariz, a pele são também parte do físico.

Podem também ficar atrofiados como ficam atrofiados os músculos. O corpo atrofiado pela inércia e pelo acúmulo de gordura pode terminar em obesidade,
diabetes, colesterol alto e infarto. Mas um corpo de sentidos atrofiados termina numa doença terrível chamada "tédio". Imagino uma faculdade de educação
física que tenha também cursos do tipo "Curso de cheiração avançada I", "Curso de cheiração avançada II", "Curso de observação de cores", "Curso de audição de ruídos da natureza".

quinta-feira, 24 de julho de 2014

ROMÁRIO E MARCELO KORFEBOL



Marcelo Korfebol encontra com Romário candidato ao Senado e relembram época de Universidade Castelo Branco. Romário sofreu na época, por conta dos compromissos com Flamengo, jogos, viagens e alguns professores começaram a pegar no "pé" dele, no reencontro pude relembrar alguns fatos e ele riu bastante!

Foi uma grande honra poder reencontrar o baixinho e pode trocarmos algumas palavras. O Novo Korfebol Brasileiro está sempre ao lado daqueles que trabalham em prol do esporte brasileiro e em causas sociais, principalmente de pessoas com deficiência, uma das plataformas e objetivos de Romário na vida politica.

quarta-feira, 23 de julho de 2014

DEFESA CIVIL DO RIO DE JANEIRO CONHECE O NOVO KORFEBOL BRASILEIRO


Estivemos reunidos no último dia 23 de julho de 2014, na sede da Defesa Cilvil do Rio de Janeiro, onde fomos recebidos pelo Subsecretário de Defesa Civil do Rio de Janeiro o senhor MARCIO MOURA MOTTA, que se interessou bastante pela proposta pedagógica do NOVO KORFEBOL BRASILEIRO. Parcerias futuras serão firmadas na instituição





KORFEBOL BRASILEIRO

KORFEBOL BRASILEIRO
Leia a história do Korfebol brasileiro