segunda-feira, 4 de julho de 2016

Rio Olympics is already a catastrophe, says New York Times - Olimpíada do Rio já é uma catástrofe, diz New York Times

Manifestantes protestam contra a realização das Olimpíadas Rio 2016 na praia de Copacabana em 01/08/2015
 
Demonstrators protest against the Olympic Games Rio 2016 on Copacabana beach in 01/08/2015.

Demonstrators protest against the Olympic Games Rio: For the NYT, Olympics, in fact, became a public calamity

São Paulo - With a little more than 30 days to the start of the 2016 Olympic Games in Rio de Janeiro (RJ), the city still runs to get everything ready by the date of the event, on August 5. The delay, however, did not go unnoticed by the American newspaper The New York Times.

In an article published on Friday (1), the publication evaluates the Games in Rio as an unnatural disaster. In reference to public emergency decree made by the governor of Rio de Janeiro, Francisco Dornelles, the newspaper said: "Such measures are usually taken in the event of an earthquake or flood. But the Olympics this year is a predictable and avoidable man-made catastrophe, "says the text.

According to the publication, the list of problems is long: delay in the works, violence, Zika virus epidemic, problems with safety and public transport, as well as shortage of tourist information. However, according to the publication, "these concerns are despised" by the Brazilian organization.

Another factor, according to the NYT, contributes to the failure of the edition of the Games in Brazil is the fact that at least 4,120 families have been driven from their homes by mega event account. "Someone will profit from the Games, but will not be the majority of the population of Rio Governor was right:. Is a calamity," concludes the publication.

Manifestantes protestam contra a realização das Olimpíadas Rio 2016 na praia de Copacabana em 01/08/2015

Manifestantes protestam contra a realização das Olimpíadas Rio 2016 na praia de Copacabana em 01/08/2015.

Manifestantes protestam contra a realização das Olimpíadas Rio: para o NYT, Jogos Olímpicos, de fato, viraram uma calamidade pública

São Paulo – Faltando pouco mais de 30 dias para o início dos Jogos Olímpicos 2016 do Rio de Janeiro (RJ), a cidade ainda corre para deixar tudo pronto até a data do evento, em 5 de agosto. O atraso, porém, não passou despercebido pelo jornal americano The New York Times.

Em artigo publicado nesta sexta-feira (1), a publicação avalia os Jogos no Rio como um desastre não natural. Em referência ao decreto de calamidade pública feito pelo governador do RJ, Francisco Dornelles, o jornal afirma: “Medidas como essas são normalmente tomadas em caso de um terremoto ou inundação. Mas a Olimpíada deste ano é uma previsível e evitável catástrofe feita pelo homem", afirma o texto.

Segundo a publicação, a lista de problemas é extensa: atraso nas obras, violência, epidemia do vírus Zika, problemas com a segurança e com o transporte público, além de escassez de informações turísticas. No entanto, segundo a publicação, "essas preocupações são desprezadas" pela organização brasileira.

Um outro fator que, segundo o NYT, contribui para o fracasso da edição dos Jogos no Brasil é o fato de pelo menos 4.120 famílias terem sido expulsas de suas próprias casas por conta do megaevento. “Alguém vai lucrar com os Jogos, mas não vai ser a maioria da população do Rio. O governador estava certo: é uma calamidade”, conclui a publicação.
Postar um comentário