domingo, 20 de abril de 2014

DIFERENÇAS DO NOVO KORFEBOL BRASILEIRO PARA O "CORFEBOL" E "KORFBALL"

QUAL A DIFERENÇA DO "CORFEBOL/KORFBALL" PARA O
NOVO KORFEBOL BRASILEIRO ?


Apenas a letra "C" pela Letra "K" ? 


Resposta: Nada disso, nós da ABRAKO (ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE KORFEBOL) não temos nada mais haver com a Federação Internacional de Korfball) nem com as pessoas que praticam o "CORFEBOL" que vai muito mal das pernas... diga de passagem.

Pelo que parece, a sanha por competição sem ter difundido o esporte antes e a traição dos dirigentes do Corfebol no Brasil trouxe uma maldição... depois da "seleção brasileira" adulta ter sido cilindrada pela Portuguesa em 2013 por 40 x 4, a "seleção" sub-19 fez bonito na Bélgica: Bélgica 28 x 2 Brasil; Cataúnia 14 x 0 Brasil e República Tcheca 26 x 0 Brasil. Mas a elite do esporte (IKF) parece pouco se importar até porque temos uma Seleção B da Bélgica, uma Seleção do Distrito Sul e outra do Distrito Norte participando do torneio

O que é de se estarrecer é que uma entidade internacional se rende a um pequeno grupo de pessoas que não tem nem a formação acadêmica esportiva, ou seja, confiam projetos esportivos a quem não sabe nem o que é uma fibra muscular, um alongamento, um planejamento de aula., etc. 

O custo envolvido nessa viagem de passeio, poderia ter sido empregado na divulgação do esporte, compra de postes, coletes, bolas e capacitação de técnicos e árbitros para o nosso próprio aprimoramento. Má gestão de recursos e desperdício de tempo apenas para que uns mais abastados fossem viajar ao exterior para "gerar mídia", e trazem de volta uma mala cheia de cestas adversárias pra mostrar aos que ficaram. Desmotivação total dos que foram e dos que ficaram, pois sabem agora, de suas reais limitações.

Por essas razões que criamos a Associação Brasileira de Korfebol que nada tem haver com esse “CORFEBOL” que acontece no resto do mundo, visando apenas a competição e a exclusão, que não entende o que é um trabalho . Esse é o esporte que quer a todo custo ser olímpico e quando falamos que para aqui no Brasil precisamos primeiros a nos levantar, depois aprender a andar do que querer apostar uma corrida com Usain Bolt, não somos compreendidos.



Postar um comentário