sábado, 4 de junho de 2011

KORFEBOL GRAVA COM BABY DO BASQUETE EM PETRÓPOLIS









orfebol, Baby do Basquete e Petrópolis - Uma parceria que pode render bons resultados

Na terça feira, dia 7 de junho, a cidade de Petrópolis foi presenteada com a presença do jogador Baby, ex-pivô da seleção brasileira de basquete, que esteve em mais um evento promovido pela Equipe brasileira de korfebol, representada pelos professores de Educação Física Claudio Ferreira de Oliveira e Marcello Bepi Soares. A atividade aconteceu no Sesi, com a participação dos alunos do Curso de Educação Física das Universidades Estácio de Sá e UCP (Universidade Católica) Todos vestiram a camisa do Korfebol Brasil e puderam participar e se divertir em um maravilhoso jogo. O Secretario Municipal de Esportes e Lazer, Carlos Alberto Lanceta e João Henrique Areias um dos precursores do Marketing Esportivo no Brasil também estiveram no local para prestigiar o evento e o Korfebol Brasileiro.

O korfebol vem mostrando para os petropolitanos, que é possível fazer do esporte objeto de diversão, socialização, integração, mediação e colaboração. Professor Claudio acrescentou, que o projeto do korfebol Brasil, tem o objetivo fazer com que Petrópolis torne-se referência na prática da modalidade, “a intenção é formar atletas petropolitanos que joguem Korfebol e fazer com que a modalidade seja inserida no cotidiano das escolas”. Segundo o professor Marcello, o que falta para dar continuidade ao projeto é a parceria com empresas petropolitanas, que estejam interessadas a fazer do korfebol uma realidade. “Precisamos de apoio para tornar Petrópolis um Polo para o Korfebol e expandir nossas ideias, do Esporte da Paz, para toda a população”. Alguma parcerias em prol da modalidade já estão sendo realizadas uma delas com a Superliga Estudantil que enviou seus representantes.

O jogador Baby fez uma bela apresentação junto com os alunos. Ele ainda não conhecia de perto a modalidade, mas aprendeu rápido e demonstrou todo o seu carisma e talento. O jogador afirmou a ideia de que o korfebol e o Basquete podem formar uma grande parceria e no dia 11/06 a equipe Korfebol Brasil estará presente ao evento na promovido por Baby na Andef (Associação Niteroiense dos Deficientes físicos), para realizar demonstração do Korfebol e também realizar o primeiro jogo entre “Cadeirantes com Andantes”, pois o Korfebol possibilita esta realidade de inclusão social. Suas regras democráticas tem o principal objetivo de respeitar todas as diferenças, onde todos serão sempre bem vindos.





O Korfebol brasileiro pretende revelar novos jogadores para o Basquete, funcionando como Futsal para o futebol de campo, ou seja, uma grande parceria entre esportes semelhantes e com a presença de vários profissionais envolvidos na iniciativa.
Postar um comentário